Sábado
07 de Dezembro de 2019 - 

NOTÍCIAS

Newsletter

Cadastre-se para receber atualizações, notícias e artigos.

16/07/2019 - 12h06Sorteio define ordem na realização de prova para cargo de juizTambém foram selecionados pontos a serem abordados na entrevista

Banca examinadora da Escola Judicial conduz sorteio para ordenar quais candidatos aos cargos de juízes serão ouvidos no primeiro de dia na prova oral A Escola Judicial Desembargador Edésio Fernandes (Ejef) realizou nesta terça-feira, 16 de julho, o sorteio público para ordem na prova de arguição e dos pontos a serem abordados. Estão classificados 105 candidatos. A arguição tem início na quarta-feira, 16 de julho, e prossegue até segunda-feira, 22 de julho. Compõem a banca para a entrevista, os desembargadores Luiz Carlos Balbino Gambogi, Maria Luíza de Marilac Alvarenga Araújo, Elias Camilo, Alexandre Santiago e, representando a Ordem dos Advogados do Brasil, seção Minas Gerais, Antônio Marcos Nohmi.  O juiz auxiliar da 2ª Vice-Presidência, Luís Fernando de Oliveira Benfatti, acompanhou o sorteio. Veja quais pontos serão abordados na prova oral. O edital 01/2018 foi atualizado e prevê 141 vagas para o cargo de juiz de Direito Substituto do Tribunal de Justiça do Estado de Minas Gerais (TJMG). A 2ª vice-presidente do TJMG e superintendente da Ejef, desembargadora Áurea Brasil, comentou que todos os candidatos que chegaram até este momento da prova oral, já mostraram deter conhecimento e capacidade porque passaram por prova objetiva com questões criteriosas. A magistrada acentuou que o concurso tem seu andamento normal, com mais de 14 mil inscritos. Depois passaram mais de 300 e no atual momento concorrem 105. Ouça o podcast com a entrevista sobre o concurso:   Bolinhas numeradas foram associados aos nomes dos 105 candidatos classificados para a realização de prova oral Etapas O concurso para ingresso no cargo de juiz de Direito Substituto do TJMG prevê cinco etapas. A primeira com prova objetiva seletiva, seguida por duas provas escritas e inscrição definitiva. Todas de caráter eliminatório e classificatório. Posteriormente, avaliação médica, psicológica, sindicância da vida pregressa e investigação social. A quarta etapa (atual) é uma prova oral, de caráter eliminatório e classificatório. A última etapa será uma avaliação de títulos. Será aprovado, para provimento do cargo, o candidato que for habilitado em todas as etapas do concurso.  
16/07/2019 (00:00)
© 2019 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia