Segunda-feira
25 de Março de 2019 - 

NOTÍCIAS

Newsletter

Cadastre-se para receber atualizações, notícias e artigos.

12/03/2019 - 19h15TJMG comemora o dia do bibliotecárioDois dias de palestras lembraram a importância da profissão

Com o propósito de comemorar o Dia do Bibliotecário (12 de março), a Diretoria Executiva de Gestão da Informação Documental (Dirged) e a Escola Judicial Desembargador Edésio Fernandes (Ejef), do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG), promoveram nos dias 11 e 12 deste mês um ciclo de palestras no auditório da Corregedoria.   O III Encontro de Bibliotecas teve como tema “As bibliotecas na era democrática da informação e o direito à inclusão social” e abordou assuntos relevantes da área para lembrar a importância do profissional cuja tarefa é facilitar o acesso à informação, seja ela literária, científica, técnica ou jurídica. Na abertura do evento, a 2ª vice-presidente do TJMG e superintendente da Ejef, desembargadora Áurea Brasil, lembrou que, “no senso comum, o bibliotecário é o guardião dos livros, e estes são tesouros que nos acompanham por toda a nossa trajetória, marcando cada fase de nossa vida”. A magistrada disse que quem não tem livros por perto deixa de trazer para sua existência a maior riqueza deste mundo, que é o conhecimento, a incitação ao sonho e a todos os sentimentos mais genuínos da humanidade. Para a desembargadora, a figura do bibliotecário tem um destaque especial nessa trajetória, pois é quem auxilia as pessoas e abre a elas as portas desse mundo de possibilidades e riqueza.   “Com a revolução tecnológica, o papel do bibliotecário vem se transformando”, observou a magistrada. Ela disse que, antes, o trabalho desse profissional era ligado basicamente aos livros físicos, fichas e manuais, e que, hoje , ele os tem apenas como um dos vários meios de informação que gerencia. Palestras A primeira palestra do evento, sobre Direito e Literatura, foi proferida pelo desembargador do TJMG Eduardo Andrade. Houve ainda, nesse primeiro dia, apresentação musical de um quinteto da Orquestra Jovem do TJMG e mensagem proferida por Marília Paiva, presidente do Conselho Regional de Biblioteconomia. Já no segundo dia do encontro, o diretor da Dirged, Fernando Rosa, abriu os trabalhos com uma mensagem aos participantes. Logo depois, foi realizada palestra sobre a biblioteca digital do TJMG, pelo gerente de jurisprudência e publicações técnicas, Thiago Doro. A diretora de extensão e ação regionalizada da Biblioteca Luís de Bessa, Gildete Santos Veloso, junto com os deficientes visuais Alexandro Alves de Lima e Glicélio Ramos Silva, abordou a acessibilidade em bibliotecas públicas. Eles relataram experiências do setor braile. Para encerrar o ciclo de palestras a ex-servidora do TJMG Rosana Mont’Alverne falou sobre o contador de histórias como mediador de leituras. Biblioteca do TJMG A Biblioteca Desembargador Amílcar de Castro conta hoje com acervo de 44.171 exemplares de livros de matéria jurídica, filosófica, histórica e literária. Possui também um acervo de mais de 240 títulos de periódicos jurídicos e uma especial coleção de obras raras, com 4.472 exemplares, contendo obras publicadas desde 1583. Desde 2013, o setor organiza e disponibiliza também a sua biblioteca digital, com publicações do Tribunal para todo o público externo.
12/03/2019 (00:00)
© 2019 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia