Quinta-feira
22 de Agosto de 2019 - 

NOTÍCIAS

Newsletter

Cadastre-se para receber atualizações, notícias e artigos.

10/06/2019 - 13h17Muriaé discute distanásia e saúde públicaPalestras abordaram o acompanhamento de um enfermo incurável

A juíza Alinne Leite Novais apresentou as questões jurídicas em torno da distanásia A palestra “Distanásia e saúde pública no Brasil: quando a vida fere a dignidade” foi proferida pela juíza Alinne Arquette Leite Novais, da 4ª Vara Cível de Muriaé, no último dia 28 de maio. A conferência integrou as atividades do projeto “Juscidade – Justiça, cidadania e dignidade”, realizado na comarca e voltado para magistrados, servidores do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG), estudantes e o público em geral. Distanásia, também conhecida como “obstinação terapêutica”, é a prática pela qual se prolonga a vida de um enfermo incurável, por meio de processos artificiais e desproporcionais. A programação contou ainda com a palestra “Obstinação Terapêutica: dilemas e possibilidades”, apresentada pela mestre e professora Hildeliza Boechat, e com o lançamento do livro “Obstinação Terapêutica: estudo transdisciplinar dos contornos e limites”. O projeto “Juscidade – Justiça, Cidadania e Dignidade” espera que os participantes sejam capazes de trocar experiências e se conscientizem sobre os mais variados temas afetos ao ser humano, pautados na garantia do exercício da cidadania, com dignidade e justiça. Assessoria de Comunicação Institucional – Ascom Tribunal de Justiça de Minas Gerais – TJMG (31) 3306-3920 imprensa@tjmg.jus.br facebook.com/TJMGoficial/ twitter.com/tjmgoficial flickr.com/tjmg_oficial  
10/06/2019 (00:00)
© 2019 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia