Sábado
18 de Janeiro de 2020 - 

NOTÍCIAS

Newsletter

Cadastre-se para receber atualizações, notícias e artigos.

09/12/2019 - 18h38Feira Cidadania Solidária no TJMG vende produtos para o NatalExpositores são pessoas atendidas por programas sociais da PBH

Delícias artesanais podem ser degustadas na feira Cerca de 40 expositores ocuparam o mezanino do Edifício Sede do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) nesta segunda-feira (9/12), oferecendo produtos os mais variados a magistrados, servidores e demais colaboradores do Tribunal mineiro. Havia adornos de Natal, desenhos, roupas, bijuterias, conservas, compotas de doce, cadernos e agendas, entre outros. Uma produção persa é a marca da Feira Cidadania Solidária do TJMG, que acontece na segunda semana de cada mês, em espaços do Judiciário mineiro, na capital. A feira é uma parceria entre o Tribunal e a Prefeitura de Belo Horizonte (PBH). Lourdes Rivera, peruana que mora no Brasil há mais de 15 anos, vende cadernos, agendas, ímãs e marcadores de livros. Ela disse que foi a primeira vez que expôs na feira e gostou muito do público e das vendas. “Vendi muitas agendas porque é o que as pessoas estão procurando nesta época do ano”, disse. Lindos colares e pulseiras em crochê e miçangas são o trabalho do Ateliê Kokoá, criado e desenvolvido por Cláudia Lúcia. “Meu apelido é Cacau, e kokoá é "cacau" em japonês, por isso o nome que marca o meu artesanato, que tem um público cativo aqui no Tribunal”, explica. Simone Zanol trabalha com bijuterias de miçangas há mais de uma década e tem uma outra paixão: cachorros. Parte da renda que ganha com o artesanato é revertida para um abrigo de cães que ela mantém para os bichos abandonados, recolhidos nas ruas. “As vendas são boas aqui na feira e a receptividade do público é excelente. Meu trabalho é bastante elogiado”, afirmou. Bijuterias e outros atrativos foram vendidos no mês do Natal Expositores Os expositores são pessoas atendidas por programas sociais da PBH, por vivenciarem situações de risco ou violência e com dificuldade de se inserir no mercado formal de trabalho. Uma parte deles integra o Programa Espaço da Cidadania (PEC), que tem como foco a formação, a promoção e a socialização de segmentos da sociedade civil atendidos pela Subsecretaria de Direito e Cidadania: população idosa, pessoas com deficiência, mulheres, grupos étnico-raciais, jovens e LGBTs. O PEC é desenvolvido pela Subsecretaria de Direito e Cidadania, vinculada à Secretaria Municipal de Assistência Social, Segurança Alimentar e Cidadania. A feira também conta com expositores integrantes do Centro Público de Economia Solidária (Cepes), desenvolvido pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, por meio da Subsecretaria de Trabalho e Emprego. Onde acontece a feira nesta semana Amanhã, terça-feira (10/12), a feira será na Unidade Raja (Avenida Raja Gabaglia, 1.753). Na quarta-feira (11/12), no Juizado Especial Francisco Sales (Avenida Francisco Sales, 1.446) e no Anexo 1 (Rua Goiás, 229). Na quinta-feira (12/12), será a vez do Fórum Lafayette (Avenida Augusto de Lima, 1.549).  O funcionamento é das 9h às 16h. A feira é aberta também ao público externo do TJMG.  
09/12/2019 (00:00)
© 2020 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia